.

You are here: Home

Caminho de 2017

editorial nov 216

 Coordenadas para o caminho

Termina nestes dias o Jubileu da Misericórdia e como gesto significativo fecha-se a porta santa. Foi um ano fecundo na vida da Igreja e da nossa Família de Schoenstatt, sobretudo pelos encontros de misericórdia com o Pai Eterno, com a Igreja mãe e uns com os outros: pelo perdão e pela reconciliação, pelas obras de misericórdia, pelo acolhimento e amor aos mais frágeis. A misericórdia é um dom precioso da fé cristã e permanecerá sempre como fonte de vida em plenitude.


O nosso caminho continua, em sintonia com as correntes da Igreja e em resposta aos desafios do tempo. Como Família de Schoenstatt descobrimos quatro coordenadas fundamentais que nos orientam nesse caminho. Elas cruzam-se entre si e são a forma de nos relacionarmos com o mundo em que vivemos, com a sua vitalidade e desafios. São traços do nosso rosto, pilares da nossa Magna Carta e resultado do processo de busca do nosso ideal nacional: traços do que nos une e do que nos move, como Família de Schoenstatt em Portugal.

 

A coordenada missionária
Sabemos que o espírito missionário é fogo que arde em nós e se expressa em tantas iniciativas que nascem no nosso Movimento. Mas é sobretudo uma atitude de instrumento de Maria, perante a realidade com seus desafios. Somos convidados a sonhar juntos e a realizar o “sonho missionário de chegar a todos”, não só aos que estão em terras longínquas mas aos que estando perto, estão longe de Deus. Com o olhar na Europa, onde vivemos, queremos gerar uma cultura de Aliança, a partir do que nos é mais próprio, em especial a nossa alma mariana e familiar. Esta missão começa na nossa própria vida.

 

A coordenada mariana
A Aliança de Amor com Maria é o nosso carisma e, Em Portugal, Terra de Santa Maria, visitada por Nossa Senhora, sentimo-nos especialmente seus instrumentos. O Ano 2017, pelo centenário de Fátima, é sem dúvida um ano mariano e queremos celebra-lo de um modo especial e por isso queremos que o nosso coração se encontre muitas vezes em Fátima. Mas o desejo de amar, anunciar e consagrar-se a Maria está sempre vivo entre nós, assim o vivemos cada dia e em todos os ambientes.

 

A coordenada familiar
A família é nossa marca e é também nossa missão. A Aliança faz-nos família e queremos levar este dom a todos para que o mundo e a Igreja sejam cada vez mais família. Damos uma atenção especial ao serviço às famílias, procuramos criar pontes e laços, entre nós e com outros; queremos ser protagonistas pelo acolhimento, pelo amor fraterno, pela rede de laços pessoais.

 

A coordenada do nosso Pai e Fundador, o P. José Kentenich
Seguindo o seu carisma tornamos realidade este sonho de uma família e de uma igreja, missionária, mariana e familiar. A sua vivência da Aliança tornou-se uma escola de vida e por isso podemos dizer-lhe de novo: a nossa mão na tua mão, a tua missão é nossa missão. Desta nossa fidelidade a ele, nasce também a nossa identidade e a nossa missão.

 

Estas quatro coordenadas ajudam-nos a navegar no mar do nosso tempo. São orientações para o novo ano, permanecem para o ciclo do próximo tempo e projetam-nos no futuro. Com elas se escreve o nosso evangelho vivo que não é escrito individualmente mas uns com os outros, com a riqueza e dons uns dos outros.

 

chancela azulejo

Como Família de Schoenstatt, nas dioceses, nos ramos e nas nossas vidas, somos convidados a tornar estas coordenadas ainda mais presentes e vivas, fazendo da Magna Carta, a nossa carta de navegação. Ela está disponível para todos, através dos respetivos ramos e comunidades.  

 

Unidos na Aliança,
Padre José Melo