.

You are here: Artigos > Porto - Abertura Jubileu 18Out13

Porto - Abertura Jubileu 18Out13

No passado dia dezoito de Outubro, pelas vinte e uma horas, em sintonia com toda a família internacional de Schoenstatt, o Santuário da Diocese do Porto, deu início à abertura do Ano Jubilar.

Com todas as bandeiras do movimento engalanadas, a cerimónia teve início junto ao Monumento dos Heróis. Após um momento de expiação e renovação, convidamos o  Padre Kentenich, a permanecer espiritualmente junto de nós, durante este ano jubilar, em que festejaremos o Centenário da Aliança.  

pt dia.18

A Eucaristia foi presidida pelo Padre Miguel Lencastre. Durante a homilia relatou resumidamente a vida do nosso Pai Fundador – “…a Divina Providência o escolheu, pela sua qualidade de grande evangelizador e educador”.

Neste ano jubilar queremos preparar-nos de forma especial, pois será um ano de renovação e de expiação, em que “mergulharemos”num tempo de graças e bênções.
Na perspectiva do Evangelho, o jubileu é recordado por Jesus como Ano da Graça do Senhor:

“O Espírito do Senhor está sobre mim porque ele me consagrou com o óleo, para levar a Boa Nova aos pobres; enviou-me para proclamar aos prisioneiros a libertação e aos cegos a recuperação da vista; dar liberdade aos oprimidos, e proclamar o ano de graça do Senhor” (Lc 4, 18-19: cf. Is 61, 1-2).

Após a eucaristia rumamos ao Santuário, para darmos início ao ano jubilar da Aliança de Amor, de uma forma simbólica, cruzando o umbral do Santuário, através do arco iluminado, e ladeados pelas chamas ardentes dos archotes. Entrámos no Santuário, para saudar a Mãe de forma especial, pedindo-Lhe que realize a Sua missão em Schoenstatt, como portadora de Cristo e que nos ajude a sermos seus fiéis instrumentos.

pt imagem

Queremos reconstruir o projeto de Deus na sua maior pureza, provocando maravilhosa e ampla reconciliação no nosso interior. Ao vibrar do toque da trombeta, anunciando o ano jubilar, diz a Palavra de Deus: “Proclamareis a libertação de todos os moradores da terra” (Lv 25, 10).


ANIVERSÁRIO DO SANTÚARIO DA DIOCESE DO PORTO
No Domingo dia 20 de Outubro, na continuidade da abertura do jubileu no dia 18, festejou-se o décimo oitavo aniversário, do Santuário da Diocese do Porto, tendo sido a data de bênção a 09 de Outubro de 1995.

O programa teve início no Salão Paroquial da freguesia de Canidelo, com o acolhimento feito pela Irmã Claudete, com muitos cânticos e alegria. O salão estava repleto, e por todo o lado podia-se ver missionários com as imagens da MTA. A Celebração da Eucaristia foi presidida pelo Padre Diogo e contou também com a presença do Padre José Melo.

pt dia.20

Após a eucaristia todos rumaram em procissão, rezando o terço, até ao Santuário. Ao sabor do vento num cenário multicor, iam as bandeiras do movimento, acompanhado a Imagem Auxiliar da MTA. No Santuário todos se reuniram à sua volta, onde realizamos de novo o Rito da Abertura do Jubileu. Mais uma vez se abriu a porta do Santuário, como símbolo do início do ano do jubileu da Aliança de Amor, para que todos aqueles que não puderam estar presentes no passado dia dezoito, pudessem também cruzar o umbral, abrindo as portas dos seus corações à MTA.

E como não podia deixar de ser todo o aniversário tem festa, e festa celebra-se à volta da mesa. Uma mesa belíssima preparada pelo ramo das mães, que a todos deliciou.

Maria Clara S. Gonçalves Queiroz Costa

pt santurio