.

You are here: Notícias > Geral > "Eu acredito": jovens agradecem pontificado de Bento XVI

"Eu acredito": jovens agradecem pontificado de Bento XVI

eu acreditofevereiro2013

Centenas de jovens do movimento 'Eu Acredito' juntaram-se esta quinta-feira em oração de agradecimento ao Papa Bento XVI na igreja de São Domingos, em Lisboa.

 

"Os jovens que estiveram com o Papa em Lisboa, no ano de 2010, foram chamados a unirem-se outra vez e rezar por Bento XVI", disse à Agência ECCLESIA João Valentim, da organização do movimento.

 

Os jovens chegavam em grupo e muitos envergavam as camisolas azuis lembrando o dia 11 de maio de 2010 quando o 'Eu Acredito', que integra os movimentos das Equipas Jovens de Nossa Senhora, Schoenstatt e jovens jesuítas, se reuniu para estar com o Papa em Lisboa.

 

"Estive perto do Papa naqueles dias e não poderia deixar de estar presente e associar-me à oração neste dia tão especial e último do pontificado", confessou Joana Fonseca, de 24 anos.

 

As tarjas à entrada da Igreja de São Domingos diziam "obrigado" e acolhiam os jovens e menos jovens que encheram o tempo de oração e a eucaristia de ação de graças pelo pontificado de Bento XVI.

 

"Este Papa ensinou-nos a ser humildes e deu força à juventude em cada sorriso que nos deu quando esteve cá em Portugal. Temos de nos unir, rezar por ele e pelo futuro Papa", disse Rodolfo Nona, da organização do movimento.

 

O padre Diogo Barata, do movimento de Schoenstatt e que presidiu à eucaristia entre muitos sacerdotes, lembrou os principais momentos do pontificado de Bento XVI, deixando o desafio da santidade aos jovens e terminou com o mote do movimento: 'Eu acredito. E quem acredita em Deus nunca está só'.

 

O desafio final foi dado por João Valentim, apelando à união neste momento da vida da Igreja: "No dia do 'habemus papam', que não se sabe quando é, estejam atentos às redes sociais porque os jovens do 'eu acredito' vão unir-se em oração".

 

À saída cada participante levou para casa uma pequena pagela com o nome de um dos cardeais, presentes no Conclave, para que possa rezar por cada um deles.

 

(Fonte: Agência Ecclesia)