.

You are here: Notícias > Geral > 50 anos de Aliança de Amor do António Ruivo

50 anos de Aliança de Amor do António Ruivo

"São momentos muito especiais estes que estamos a viver. Também por isso atrevo-me a divulgar esta foto de Fevereiro ou Março de 1967, que me parece muito especial. É na Haus Regina depois da missa em que fui sacristão do nosso Pai. Eu tinha estado, talvez um mês antes, em conferência com o P. Kentenich no Berg Schönstatt para lhe dizer que me vinha embora. 

alianca.antonio.ruivo

Agora vinha despedir dele e a Frau Gramlich «arranjou» o ajudar à missa e tomar o pequeno almoço com ele. A foto é depois da missa; uma Senhora de Schönstatt viu-nos e quis tirar a foto, que depois me mandou. Redescobri-a há algum tempo e não parei de ampliá-la porque me lembrava muito bem do aperto que o nosso Pai exercia sobre os meus dedos. O curioso é que só em 1975 eu deixei de ver o grande chefe para ver o pai. Outro dom da Aliança. E a foto passou a ter para mim um significado muito maior: O Pai não nos larga nunca, mesmo quando tem que nos fazer doer. E sem nós percebermos nada. Acho que para todos nós é uma grande mensagem, para termos o coração mais aberto e confiante, sobretudo nós que somo Família do Pai. Portugal tem que perceber que está assim a ser agarrado."

António Ruivo

Fonte: http://www.lisboa.schoenstatt.pt/