.

You are here: A Campanha

together-for-europe

O que é o Juntos pela Europa?

"Juntos pela Europa", é uma livre convergência de Movimentos e Comunidades Cristãs, que trabalham juntos para reavivar a alma cristã da Europa.

Actualmente é uma rede da qual fazem parte cerca de 250 movimentos e comunidades cristãs e que trabalham juntos pelo bem comum do continente; avançam juntos pelo caminho da reconciliação já em acção e, desejam contribuir para reavivar a alma cristã da Europa.

Origem

Tudo teve início em 1998, na vigília de Pentecostes, quando o Papa João Paulo II reuniu os Movimentos e as Novas Comunidades em Roma e pôs em relevo o papel essencial que estes têm na Igreja.

Os fundadores e responsáveis de vários movimentos, para responder ao apelo do Santo Padre, no sentido de favorecerem um mútuo conhecimento entre todos, iniciaram um percurso de comunhão, tendo em vista reavivar a alma cristã da Europa.

Mais tarde, esta comunhão foi alargada a movimentos de outras igrejas cristãs e deram-se passos no sentido de, como cristãos, colaborarmos para preencher o enorme vazio religioso da Europa. Nesse processo, pediu-se perdão reciprocamente pela divisão do passado e mais tarde, a 8 de Dezembro de 2011, os responsáveis de diversos movimentos fazem o "pacto do amor recíproco" que permite experimentar a presença de Cristo, segundo a sua promessa: "Onde dois ou mais estiverem reunidos no meu nome, Eu estou no meio deles".

Dois encontros em 2004 e 2007

Com este espírito de comunhão realizaram-se em Estugarda, na Alemanha, em 2004 e em 2007, duas grandes jornadas europeias com o lema "Juntos pela Europa" e na qual participaram também muitos representantes portugueses.

Na primeira, com cerca de 9.000 pessoas de 170 movimentos e comunidades cristãs, entre os quais 50 bispos de várias igrejas e muitos políticos, houve um solene compromisso ao "Pacto de Amor Recíproco".

Na segunda, participaram já 240 movimentos e comunidades cristãs e manifestou-se a urgência da "comunhão" entre todos e do trabalho de renovação espiritual e social para um contributo para uma Europa mais unida, mais humana e mais responsável. Na conclusão desta Jornada surgiu um Manifesto intitulado "Os 7 SIMs" que sublinha em 7 pontos o desejo de contribuir para uma Europa unida, apesar das diferenças, numa colaboração efectiva entre os Movimentos e aberta a todas as pessoas.

Nos últimos anos, esta rede de fraternidade entre vários Movimentos, associações e Grupos de várias igrejas tem-se tornado mais densa e formou-se uma "comissão orientadora internacional do Juntos pela Europa".

Bruxelas 2012

O próximo passo que "Juntos pela Europa" está a preparar é um encontro europeu, que será realizado a 12 de Maio de 2012, em Bruxelas, como ponto central, mas ligado em simultâneo com o maior número de cidades europeias onde seja possível criar também uma dinâmica de animação e celebração deste evento.

O evento de 2012 está a ser preparado segundo várias perspetivas: a redescoberta das intenções originárias que fizeram surgir o projeto Europa; a capacidade de dar esperança e voz aos jovens; a cultura da convivência na diversidade, abertura e acolhimento, ao serviço dos outros continentes.

Para uma "Europa do Espírito"

"Juntos pela Europa" é portanto uma livre convergência de Movimentos cristãos – católicos, evangélicos, anglicanos, ortodoxos – que mantêm a sua própria autonomia, mas que agem em conjunto em determinadas ocasiões, para objectivos comuns, contribuindo com o seu próprio carisma e espiritualidade.

Não é uma unidade organizativa, nem uma nova estrutura. Quer ser uma resposta às exigências – actualmente tão prementes – de "relacionamentos de comunhão", de uma "cultura de reciprocidade e fraternidade", com a qual os povos e os vários indivíduos se possam aceitar uns aos outros, conhecer-se, reconciliar-se e aprender a estimarem-se e a sustentarem-se reciprocamente.