.

You are here: Notícias > Geral > Testemunhos das missões universitárias

Testemunhos das missões universitárias

No passado dia 28 de Janeiro partiram de Lisboa as primeiras missões universitárias deste ano, com o lema "Eu sou a Luz do Mundo". Até ao final do mês, terão partido rumo a todo o país 17 Faculdades de Lisboa e Porto! Aqui ficam dois testemunhos da experiência:

testemunho missoes 1"Sair do quarto escuro. Assim começa o hino das missões universitárias deste ano. E assim pode começar este testemunho. Porque a passagem por Vila Viçosa mais não foi do que isto: um incessante apelo de Jesus a sair do quarto que estava em trevas, para iluminar a escuridão em que vivia muita gente daquelas terras. Sim, sair da escuridão – para ser luz! E luz do mundo – a começar por Vila Viçosa!

Jesus falou-nos, a mim e à maioria dos setenta jovens que comigo foram. Não temo cair em exagero quando digo que Maria nos mostrou o rosto de Seu Filho. Quando visitámos aqueles idosos; quando animámos aquelas crianças; quando demos aulas de Moral àqueles jovens que pareciam indiferentes mas que, no final das contas, foram ver o teatro que para eles preparámos... Aí (precisamente aí) Jesus mostrou-se-nos. Aí (não mais do que aí) Maria levou-nos pela mão até ao nosso Amor, até ao nosso Tudo... Enganar-se-ia quem pensasse que fizemos grandes coisas. Coisas grandes, foi o que fizemos. Para isso, bastou que "nos puséssemos a jeito" no pequeno. Nos encontros de rua, aparentemente banais, Jesus gritou-nos aquilo que nos segreda todos os dias: "Quero-te! Preciso de ti! Ama-me, pois eu amei-te primeiro!". E foram esses gritos do nosso Deus que depois levámos até ao altar da Santa Missa, em que tivemos o dom de participar diariamente.

Quando, à noite, cansados, nos dirigíamos para a capela em que também esteve o Beato João Paulo II, não podíamos deixar de pensar que fomos luz do mundo. E que – precisamente ao sê-lo – nos deixámos iluminar a nós próprios.

O que foram as missões em Vila Viçosa? Para além de tudo o resto (que passa, porque é supérfluo), foram isto: uma saída do quarto escuro. A partir do pequeno, que é grande. Muito grande. Gigante. Do tamanho da santidade!..."

Diogo Morais Barbosa

 

testemunho missoes 2"Testemunho de uma chefe de serviço: Tive uma semana de Missões diferente! Acho que nunca ninguém tem umas Missões iguais, ou porque o sítio é novo, ou o grupo não é o mesmo, mas esta semana foi mesmo diferente! Domingo, quando cheguei a casa, a minha querida mãezinha perguntou-me: "Então, foi giro? Conte lá, o que é que andou a fazer?", ao que eu respondi – "Foi mesmo giro! Fiz imensas coisas!".

Depois pensei um bocadinho melhor no que fizemos durante a semana: contactámos os sítios a ser missionados, lavámos aproximadamente 40 panelas industriais, pusemos "de pé" 28 refeições para 65 pessoas, enchemos 30 botijas de água quente por noite. No total devemos ter dormido 24h durante 9 dias....desculpem lá, mas QUE SECA!!!

Depois pensei AINDA melhor e lembrei-me que na altura não custou nada... sim estive cheia de sono e com umas olheiras infindáveis durante a semana toda, sim perdi imensas orações, palestras e regabofes, mas por outro lado cantei infinitas vezes o Ubi Caritas a lavar a loiça (para só descobrir a meio das missões o que a letra queria dizer, e que afinal era perfeitamente adequada à situação), rezei terços a desfiar frango (?), aprendi a mexer-me numa cozinha industrial e a fazer bolo de bolacha... basicamente, aprendi a fazer uma coisa espectacular: a Rezar enquanto trabalho, a servir.

Sou por natureza bem-disposta, mas também bruta e tirana com aqueles que mais gosto. Esta semana obrigou-me a auto reeducar-me, a tentar ser como Nossa Senhora, sempre tão serena e paciente. Aquelas carinhas desgastantes que todos os dias surgiam pela porta da cozinha com fome ou com sede, e diziam: "Não há mais leite quente?" Ou "Não há mais pão?" – a quem respondíamos com um sorriso: "Sim, 2 minutos!", lembraram-me, dia após dia no quão importante é estar atento.

No fundo, pode parecer um bocado rebuscado, mas gosto de pensar que a minha missão foi certificar-me de que, tal como as virgens prudentes, os missionários tinham azeite para as suas lâmpadas, para que durante todos estes dias em Vila Viçosa, não fossem nunca apanhados desprevenidos, e pudessem ser sempre Luz do Mundo!"

Mia Perestrello 

 Mais informações sobre a Missão País

testemunho missoes 3