.

You are here: Home

Pe. Miguel Lencastre: um Sim para sempre

 
pmiguel1O Padre Miguel Lencastre era e viveu como um convertido! Faz-nos lembrar a conversão de São Paulo que, por várias vezes no Novo Testamento, descreve com muito detalhe a sua conversão: «Ia a caminho, e já próximo de Damasco, quando, por volta do meio dia, uma intensa luz, vinda do Céu, me rodeou com a sua claridade. Caí por terra e ouvi uma voz que me dizia: 'Saulo, Saulo, porque me persegues? 'Respondi: 'Quem és Tu, Senhor?' Ele disse-me, então: 'Eu sou Jesus de Nazaré, a quem tu persegues.'Os meus companheiros viram a luz, mas não ouviram a voz de quem me falava.» (Act 22, 6-9)

 

Quem teve a sorte de ouvir o Padre Miguel contar a história da sua conversão não esquecerá certos pormenores: aquele passeio na Suíça com os seminaristas chilenos durante o qual, sem querer, atirou um maço de cigarros contra um quadro da Mãe Três Vezes Admirável de Schoenstatt; a impressão desconfiada com que observava a forma simples e apaixonada que aqueles seminaristas tinham de relacionar-se com Nossa Senhora; a decisão de oferecer a Nossa Senhora deixar de fumar até ao dia seguinte "para ver se isto era verdade.."; as inspirações que sentiu no dia seguinte ao tentar acender o seu primeiro cigarro matutino: "só mais um" e o ter ficado mais um dia sem fumar seguindo aquela "voz"; a pergunta que se instalou no seu coração: "se isto é verdade, porque não ser sacerdote?"

 

Em menos de uma semana, o conhecido boémio de Coimbra, Lisboa e Suíça, deu três passos improváveis: deixou de fumar de um dia para o outro, converteu-se e decidiu ser sacerdote! Foi um terramoto para a sua Família e amigos!

 

Aquele Sim repentino manteve-se ao longo de toda a sua vida e marcou o seu sacerdócio. Nos seus últimos dias voltou a pronunciá-lo cheio de fé e esperança: "Estou a preparar a minha nova morada!"

 

Tal como Maria deu o seu Sim que abriu a porta a todos os Sim(s) da História do Cristianismo, também o Sim do P. Miguel ajudou a tantos outros Sim(s): em Aveiro, no Alentejo, em São Paulo e no Nordeste do Brasil, no Terço dos Homens, na sua Família tão numerosa e nos seus muitos amigos...

Vale a pena pensar nisto! Os nossos Sim(s) e nos nossos Não(s) a Deus têm mais consequências do que às vezes somos conscientes ao pronunciá-los. Sou consciente do Sim mais importante da minha vida?

 

P. Diogo Barata
Padres de Schoenstatt